sábado, 22 de abril de 2017

Tirinhas da Net - Zoando os heróis!






E aí galera? que tal a Nova Armadura???????????





Acho que é o último firme com o Tony Stark. Os rumores é que depois vem Riri Willians....

EDITORA KIMERA FAZ PARCERIA COM PROJETO QUE REÚNE SUPER-HERÓIS BRASILEIROS E LANÇA NOVOS TÍTULOS










Ricardo Quartim compartilhou a publicação de Laboratório Espacial. · 3 h




 Ricardo Quartim para o Laboratório Espacial

A Editora Kimera vai publicar o álbum "Alfa – A Primeira Ordem" que é a continuação do especial "Protocolo – A Ordem" que saiu o ano passado pelo Catarse.

O projeto "Alfa – A Primeira Ordem" também estava no Catarse para ajuda de financiamento em seus últimos dias de campanha que já se encerrou. O autor, Elenildo Lopes conseguiu uma parceria com a editora que irá possibilitar a distribuição em todo o território nacional.

O roteiro é do mestre Gian Danton, um dos mais profícuos roteiristas do Brasil autor de roteiros de quadrinhos e também de livros. A arte fica a cargo do experiente Marcio Abreu que além de um estúdio próprio tem trabalhos publicados no exterior. E as cores de Vinicius Townsend que também já trabalhou para grandes editoras internacionais.

O acordo ainda envolve a criação uma linha de quadrinhos com os super-heróis nacionais pelo selo "Meu Herói". Os dois primeiros títulos a serem lançados serão Capitão R.E.D. do próprio Elenildo e o Lagarto Negro de Gabriel Rocha. Serão revistas semestrais com 32 páginas cada.

Veja algumas imagens a seguir e para saber e ver mais acesse a página aqui no Facebook:
https://www.facebook.com/ALFASUPERHEROIS/







Mancini projeta sequência de decisões para a Chape




21/04/2017 - 19:19





Após empate por 1 a 1 com o Nacional do Uruguai na última terça-feira, na Arena Condá, a Chape trabalhou, durante toda a semana, para a grande sequência de desafios que tem pela frente. No próximo domingo (23) - ainda pelo returno do Campeonato Catarinense, já conquistado pelo Verdão - a Chape enfrente o Criciúma. Do Sul do Estado, a delegação viaja para Porto Alegre e na terça (25) segue para Montevidéu, onde encara, novamente, a equipe do Nacional, com o compromisso de conquistar a vitória e manter-se com chances na Conmebol Bridgestone Libertadores. De volta ao Brasil, o desafio fica por conta da primeira partida da final do Catarinense, no dia 30, contra o Avaí, na Ressacada. No treino desta sexta-feira, o técnico Vagner Mancini falou sobre a preparação da equipe para a maratona de viagens e decisões.

Para Mancini, o que permitirá que a Chape de conta da sequência de jogos é que o time possui não apenas 11 titulares, mas todo um elenco apto a jogar. “Lá atrás, na montagem do elenco, nós sabíamos que teríamos uma maratona de jogos e isso está se confirmando. Felizmente a gente está nas finais do Catarinense, temos a LIbertadores pra jogar, a Copa do Brasil. (...) Aquilo que normalmente os técnicos falam, que o importante não é ter apenas 11 jogadores, mas 18, 20 em condições de entrar e dar conta do recado vai se concretizar agora”, afirmou.

Mancini afirmou estar ciente de que todos os atletas gostam de jogar, mas já confirmou o uso de uma equipe alternativa diante do Criciúma - de modo a poupar, recuperar e suplementar os jogadores que atuaram na última terça-feira - visando um bom desempenho na Libertadores e, principalmente, na primeira partida da decisão do Estadual. “Às vezes a gente tem que ser inteligente o suficiente para fazer algumas trocas e pra que o time não perca rendimento e intensidade, que tem sido o forte da Chape”.

Ainda sobre a boa qualidade de todo o elenco, o técnico afirmou que o jogo de domingo será uma oportunidade de mostrar que há um trabalho sendo feito com todo o grupo e, principalmente, uma chance de buscar espaço para os atletas relacionados. “A avaliação será feita em cima daquilo que eu peço para os atletas que vestem a camisa da Chapecoense. Vai haver cobrança”, pontuou.

Avaliando o jogo contra a equipe do Nacional, que acontece na quinta-feira e exige vitória da Chapecoense, Mancini afirmou estar avaliando a possibilidade de fazer alterações táticas na equipe, principalmente pelo que está esperando da partida. “Lá talvez a gente tenha que ir para uma guerra. Então eu já estou preparando meu time para um jogo de muita força física, muito jogo aéreo, disposição o tempo todo e muita marcação - sem deixar de jogar futebol”. Mais do que vencer a partida para ficar mais próximo de avançar na competição, o técnico afirmou que o resultado é fundamental para reafirmar a Chape num ano que muita gente esperava que seria muito difícil e que, pelo contrário, tem sido bom.

Para finalizar, o técnico falou sobre o confronto contra o Cruzeiro, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Os enfrentamentos foram definidos ontem e, por sorteio, o primeiro jogo da fase será em Belo Horizonte no dia 03 de maio - entre as duas partidas da final do Estadual. Mancini avaliou positivamente e elogiou o time mineiro, mas destacou que as oitavas da Copa, independente do adversário, não oferecem facilidade à nenhuma equipe.

A Chape treina, amanhã, pela última vez antes do confronto diante do Criciúma. O elenco que jogará no Sul do Estado viaja à tarde, enquanto o resto da delegação viaja apenas no domingo, à Porto Alegre.

Texto: Alessandra Seidel | Foto: Sirli Freitas

Renato defende reservas na Libertadores: "Quem muito quer, nada tem"


Treinador argumentou que tomou decisão por desgaste do Grêmio e partida decisiva no Gauchão
Treinador argumentou que tomou decisão por desgaste dos jogadores e partida decisiva do Gauchão | Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP
Treinador argumentou que tomou decisão por desgaste dos jogadores e partida decisiva do Gauchão | Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação CP

  • 0
    Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba
O técnico Renato Portaluppi defendeu a decisão, nesta quinta-feira, de usar um time quase todo de reservas, mesmo num jogo difícil de Libertadores. "Qualquer treinador que colocar sempre a mesma equipe, com certeza não vai chegar a lugar nenhum", argumentou após o empate contra o Guarani, em Assunção.

"Tomamos a decisão na última terça-feira, por vários motivos", revelou o treinador. "Temos que fazer o que é melhor para o clube, pois teríamos pouco tempo para recuperar a equipe para o jogo de domingo", avaliou Renato.

Ele salientou que o confronto contra o Novo Hamburgo será decisivo, enquanto que a partida com o Guarani ainda mantinha o Tricolor forte na Libertadores, independentemente do resultado. "Se a gente não conseguir o resultado que interessa, domingo, estamos fora do campeonato", frisou. "O objetivo foi poupar, não perder ninguém do grupo e saber que a gente continuaria vivo na Libertadores", reforçou Renato.

No fim das contas, o técnico relatou que o resultado justificou a postura gremista. "Se a equipe principal empatasse aqui, seria bom. Nós poupamos e saímos com um grande resultado", afirmou.

O vice de futebol, Odorico Roman, também defendeu a decisão. "Jogar com os titulares seria praticamente abandonar o Gauchão", comentou. "Avaliamos que teria reflexos no desempenho da Libertadores se os três jogos fossem com titulares."

Grêmio realiza penúltimo treino antes da decisão contra o Novo Hamburgo





Atacante Beto da Silva, que se recuperava de lesão, treinou sem restrições

Treino foi sob chuva nesta sexta-feira no CT Luiz Carvalho | Foto: Morgana Schuh / Grêmio / Divulgação / CP




0
Comentários
Correio do Povo e Rádio Guaíba





Os titulares do Grêmio realizaram na tarde desta sexta-feira, sob chuva, no CT Luiz Carvalho, o penúltimo treino antes de enfrentar o Novo Hamburgo na decisão da vaga para o Campeonato Gaúcho, no domingo. Apenas Marcelo Grohe e Edílson, que atuaram no Paraguai, não trabalharam com os companheiros. Pedro Rocha, que marcou o gol contra o Guaraní treinou normalmente, pois entrou no decorrer da partida.



Na atividade, Renato Portaluppi não montou o time titular. Após o aquecimento, o grupo foi dividido em duas equipes. Os jogadores realizaram um treino em campo reduzido, para aprimorar a movimentação e a troca de passes. O atacante Beto da Silva, que se recuperava de lesão, treinou sem restrições.




O grupo se reúne às 21h30min em um hotel na zona Norte de Porto Alegre para iniciar a concentração. A tendência é que a definição da equipe ocorra no trabalho de sábado, às 15h30min, na Arena. A primeira parte será fechada.



O provável Grêmio deverá ser formado com: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon, Ramiro, Léo Moura, Bolaños e Pedro Rocha; Luan. O jogo está marcado para domingo, às 19h, no Estádio do Vale.